Embora muito se venha falando a respeito da chamada “estética do sorriso”, o foco da busca por um sorriso bonito ainda recai, em diversas ocasiões, sobre o cuidado em relação aos dentes, exclusivamente. Na prática, porém, o que se verifica é que, em muitos casos, somente a aplicação dos critérios ortodônticos (corrigindo estados de anormalidade no alinhamento dos dentes) nem sempre é o bastante para assegurar a melhora da aparência do sorriso e, por extensão, da autoestima do paciente.

Para que possamos ter um sorriso bonito, de forma ampla e completa, precisamos prestar muita atenção na forma, no volume, na proporção e na dinâmica labial no ato de sorrir. Por isso é que, quando um paciente nos procura para alcançar um sorriso bonito, analisamos primeiramente a estética labial, pois dela dependerá toda a estética dentária e gengival.

Além disso, é preciso considerar também que os recursos estéticos labiais, com uso de géis à base de ácido hialurônico em associação com a aplicação de toxina botulínica (mais popularmente conhecida pelo nome comercial Botox ™), constituem (tanto para preenchimento quanto para hidratação) recursos importantíssimos para esculpirmos os lábios antes de trabalhar em dentes e gengivas, já que esse trabalho nos dentes e gengivas depende do primeiro.